Notícias

O que é microcefalia?

post_microcefalia

Fique por dentro de tudo sobre o que microcefalia.

A microcefalia não é um problema novo. Trata-se de uma malformação que acontece antes do nascimento, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Neste caso, os bebês nascem com a cabeça e o cérebro menores que o normal para a sua idade, influenciando o seu desenvolvimento mental.

Geralmente, a microcefalia está presente quando o tamanho da cabeça é menor que 32cm. Isto ocorre porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça de maneira natural.

Cerca de 90% das microcefalias estão associadas com retardo mental. É uma doença sem cura. A criança vai precisar de cuidados por toda a vida, sendo dependente para comer, se mover e fazer suas necessidades.

Apesar de não haver tratamento específico, pode-se melhorar a qualidade de vida da criança e diminuir os impactos dos sintomas. Normalmente a criança precisa de fisioterapia por toda a vida para se desenvolver melhor.

O que pode causar microcefalia?

As causas da microcefalia podem incluir doenças genéticas ou infecciosas, exposição a substâncias tóxicas e desnutrição. Infecções como rubéola, citomegalovírus e toxoplasmose durante a gravidez também aumentam o risco do bebê ter microcefalia. Atualmente, houve a confirmação de que doenças como dengue, Zika vírus ou febre chikungunya durante a gestação também estão ligadas à microcefalia.

Entretanto, a relação entre o Zika vírus e a microcefalia está sendo estudada e não é totalmente conhecida. As investigações sobre o tema devem continuar para esclarecer questões como a transmissão desse agente, a sua atuação no organismo humano, a infecção do feto e período de maior vulnerabilidade para a gestante. Em análise inicial, o risco está associado aos primeiros três meses de gravidez.

Uma hipótese levantada é que quando a mulher pega dengue, suas células de defesa atacam e vencem o vírus da dengue, mas estas células quando se encontram com o Zika vírus, que é muito parecido com o da dengue, somente englobam este vírus, mas não conseguem eliminá-lo do corpo. Com esta proteção, o vírus pode alcançar todas as regiões do corpo, que normalmente não podem ser alcançadas, e dessa forma ele pode atravessar a placenta e chegar até o bebê, causando microcefalia.

Como saber se a grávida está com Zika vírus

O Zika vírus é parecido com a dengue e também é causado pelo mesmo mosquito, o Aedes Aegypt, no entanto, seus sintomas são mais brandos. A única forma de saber se qualquer pessoa está com Zika vírus é através dos sintomas apresentados como, vermelhidão nos olhos, manchas vermelhas na pele que coçam e febre, entretanto a pessoa pode estar doente e não apresentar nenhum sintoma.

Não existem exames que possam identificar o vírus no sangue, porque ele permanece ativo por apenas 1 semana, e a única forma de detectá-lo é através de um exame chamado RT- PCR, somente em laboratórios de referência do Ministério da Saúde, quando solicitado em casos muito especiais.

Como saber se o bebê possui microcefalia

Após o nascimento do recém-nascido, o primeiro exame físico é rotina nos berçários e deve ser feito em até 24 horas do nascimento. Este período é um dos principais momentos para se realizar busca ativa de possíveis anomalias congênitas, ou seja, que acometem o feto antes do nascimento.

Como a grávida pode evitar a microcefalia no bebê

Para evitar a microcefalia no bebê a gestante pode tomar medidas como:

Não tomar bebidas alcoólicas e usar medicamentos durante a gravidez sem indicação do obstetra;
Evitar a toxoplasmose e doenças infecciosas como herpes e rubéola, tomando as vacinas e medidas necessárias;
Evitar a contaminação com mercúrio e outros metais pesados.
Todos esses cuidados são importantes, mas ainda é recomendado que todas as grávidas usem um repelente com DEET, que é um composto químico que serve como repelente de insetos, diariamente para não ser picada pelo Aedes Aegypt. O mosquisto causador da dengue, Zika e chikungunya. Outras medidas que podem evitar a picada dos mosquitos são usar roupas de manga comprida, calça comprida e meias.

Fique atento

Não existem medicamentos específicos para combater o vírus ou prevenir que a pessoa adoeça. Toda pessoa com suspeita de dengue, Zika e chikungunya deve procurar imediatamente um serviço de saúde.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A campanha vem no esforço de mobilizar a comunidade sobre os perigos que a Dengue provoca e para que cada um saiba da sua importância na participação no Combate a Dengue.

As informações disponibilizadas neste site são apenas para fins informativos, nunca deverão serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico feito por um profissional de saúde. Os autores deste site se eximem de quaisquer responsabilidades legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
To Top
Translate »